jornnn

Fomento Paraná destina mais R$ 2 milhões em crédito para aquisição de táxis


Exibindo Taxistas - nova tranche (1).JPG 

Os novos recursos para a linha Banco do Empreendedor Taxistas estarão disponíveis a partir do próximo dia 12 de setembro, nas mesmas condições de taxas de juros, garantias e do valor limite por contrato de financiamento.
Histórico de financiamentos dessa linha soma mais de R$ 59 milhões







Atendendo determinação do Governo do Estado e em resposta à demanda de taxistas profissionais, a Fomento Paraná vai ampliar em mais dois milhões de reais o volume de recursos disponível para a linha Banco do Empreendedor Taxistas em 2016. A nova libração de recursos foi debatida e anunciada a representantes de cooperativas, centrais de rádio táxi e associações ligadas a esse segmento profissional, em uma reunião nesta quinta-feira (1/9).
Os recursos, que foram remanejados de outro programa de financiamento, estarão disponíveis a partir do próximo dia 12 de setembro, quando será reaberto o sistema de concessão para inclusão de novas propostas desta linha de crédito. Para a nova tranche de recursos foram mantidas as condições de taxas de juros, valor limite para o financiamento — de até R$ 50 mil por CPF — e também as garantias.
A linha Banco do Empreendedor Taxistas, lançada pelo governador Beto Richa em 2012, tem um histórico de financiamentos que soma em torno de R$ 59 milhões. Esse número representa quase 1.700 veículos, o que equivale a mais de 20% da frota de táxis em circulação no Paraná. Somente em 2016 já foram liberados ou estão em contratação R$ 15,2 milhões.
O financiamento também pode ser usado para fazer a conversão do motor para uso de Gás Natural Veicular (GNV) ou para adaptação do veículo para atender pessoas com dificuldade de mobilidade.
O presidente da Associação das Centrais de Rádio Táxis de Curitiba e Região metropolitana, Luiz Carlos Kubitzki, afirma que essa linha de crédito é muito importante para os taxistas paranaenses, porque é a melhor forma para fazer o financiamento de um carro novo. “Essas taxas, que são muito baratas, comparando com o que os bancos praticam, é o que dá condição do profissional fazer um financiamento do carro com tranquilidade e segurança de que vai conseguir honrar o financiamento no final do mês”, disse Kubitzki. “E esse valor que está sendo liberado vai fazer muita diferença, porque dá condição para que esses taxistas que estão trocando de veículo possam oferecer um carro melhor para uso da população e também para movimentar a indústria, que vende mais carros e assim mantém os empregos.”
Alexandre Souza, da Rádio Táxi Capital, disse que a liberação de novos recursos para financiamento são de grande importância, porque ajuda o taxista a trocar a ferramenta de trabalho, que é o carro, com taxas de juros razoáveis. “Vai ajudar muito, porque ajuda a trocar a ferramenta de trabalho dele, para que possa servir melhor a população com taxa de juros mais acessível para ele no mercado.

Postar um comentário

0 Comentários