jornnn

Morte de adolescente em escola foi tragédia anunciada, diz Traiano

traiano_alep2

“A morte do estudante de 16 anos em uma escola ocupada de Curitiba foi uma tragédia anunciada. É uma consequência trágica da falta de controle de movimentos que decidiram usar adolescentes como massa de manobra para atingir seus objetivos políticos, sem se importar com os perigos a que estavam expondo esses menores”.
A análise é do presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), ao ser questionado sobre a morte de um adolescente no Colégio Safel, no bairro de Santa Felicidade, em Curitiba, que está ocupado por estudantes, que se dizem contrários à proposta de reforma do ensino médio apresentada pelo governo federal, e estão sob o comando de movimentos estudantis liderados por partidos políticos de esquerda.
“Eu acho que é momento de dar um basta nisso. Não se pode imaginar que a escola, que deveria ser a continuação dos nossos lares, onde os nossos jovens vão para lapidar seus conhecimentos, sejam ocupadas por movimentos políticos que promovam ou permitam todo o tipo de excesso. Movimentos que, inconformados com a situação política, usem esses jovens para tentar atingir seus objetivos políticos. Eu espero que os comandantes desse movimento que culminou nessa tragédia possam ser responsabilizados exemplarmente”, prosseguiu Traiano.
“Esperamos que essa tragédia venha a servir de alerta, tanto para os invasores, quanto para os pais, que tem filhos sendo prejudicados com essa movimentação nas escolas e, como se viu agora, coloca os adolescentes em perigos de toda ordem. Temos informações que excessos de toda natureza estão ocorrendo nesses estabelecimentos, disse Traiano.
“Esse movimento de ocupação de escolas vem causando graves prejuízos aos estudantes. Os alunos estão sem aulas e podem não conseguir fazer o Enem. Isso tudo em nada preocupa os mentores da invasão, porque esse tipo de transtorno, parece ser justamente o que eles desejam. É o momento dos país, dos professores que são contra essas manifestações manifestem seu inconformismo com a situação”,
A família desse estudante externo toda a minha solidariedade neste momento de dor. Não queremos que novas tragédias venham a acontecer, por isso meu apelo aos pais que exerçam sua vigilância e cuidado com seus filhos. Faço um apelo para que os estudantes encerrem esse movimento”, concluiu Traiano.

Postar um comentário

0 Comentários