jornnn

Paulo Mac Donald perde e TSE determina novas eleições

tse

Às 19h57 desta terça-feira (13), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) iniciou a sessão extraordinária com o julgamento do recurso especial eleitoral de Paulo Mac Donald Ghisi, que definiria a situação eleitoral para a prefeitura de Foz do Iguaçu.
Com três votos a favor e quatro contrários, o TSE entendeu que além de improbidade administrativa, Paulo Mac Donald também teria praticado enriquecimento ilícito e por isso não poderia ser candidato.
A primeira ministra a falar justificando o voto, foi Luciana Lócio, que entendeu não haver enriquecimento ilícito e por isso sem lesão ao erário, votando a favor de Paulo. O ministro presidente to TSE, Gilmar Mendes, acompanhou o voto de Luciana e decidiu pela absolvição, assim como o ministro Napoleão Nunes Maia Filho.
Os demais ministros não se convenceram e seguiram a recomendação do ministro relator Herman Benjamim, que manteve o indeferimento. Além de Benjamin, votaram contra os ministros Luiz Fux, Henrique Neves e Rosa Weber. O julgamento do recurso foi finalizado às 21h.
Novas eleições
Nas considerações finais, os ministros decidiram pela realização de novas eleições em Foz do Iguaçu, ficando sob a responsabilidade do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), que pretende chamar o novo pleito até o final de janeiro de 2017.

Fonte; Cultura Foz

Postar um comentário

0 Comentários