jornnn

Projeto Brasis apresenta Sambas do Absurdo no Teatro do Paiol

capa


Juçara Marçal, Rodrigo Campos e Gui Amabis apresentam nesta semana “Sambas do Absurdo”, no Teatro do Paiol. O projeto inspirado no O Mito do Sísifo, de Albert Camus, tem no repertório, além dos oito sambas que compõem o primeiro disco do trio, outras canções que de alguma forma também contemplam o absurdo. O espetáculo acontece nesta sexta-feira (26/10), às 20h.
Os Sambas do Absurdo, parcerias de Rodrigo Campos (música) e Nuno Ramos (letra), narram o encontro com o absurdo, apresentado no livro como o divórcio do indivíduo com a própria a vida.
A proposta estética do disco tem no cerne a quebra de alguns alicerces do samba enquanto gênero. Essa quebra oferece, consequentemente, um samba obscuro, dissolvido e vertiginoso.
Sobre o projeto 
Brasis no Paiol é uma iniciativa das produtoras Santa Produção e Fineza Comunicação & Cultura, em uma parceria iniciada em 2012. Alguns nomes que já passaram pelo palco do Brasis: Rael, Karol Conka (com Emicida e Kamau), Metá Metá, Juçara Marçal, Pélico, Romulo Froes, Katia B, Ná Ozzetti, Passo Torto, Rico Dalasam, Trupe Chá de Boldo, Graveola, Alzira E, Fióti, Saulo Duarte e a Unidade, Patricia Bastos & Dante Ozzetti, Bianca Gismonti, Macaco Bong, Felipe Cordeiro, entre outros.  
Em 2018, o projeto conta com o apoio da Prefeitura de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba, Joaquim Livros & Discos, A Caiçara, Effex Tecnologia e Criação e Cliteriosa Comunicação. O projeto gráfico é de Jaime Silveira. 

Serviço: Sambas do Absurdo
Data: 26 de outubrosexta-feira
Hora: 20h
Local: Teatro do Paiol - Praça Guido Viaro, s/n - Prado Velho.
Ingressos: R$ 30 e R$ 15
Pontos de venda: bilheteria do Teatro (de terça a sexta – das 14h às 18h), Livraria Joaquim e A Caiçara.

Postar um comentário

0 Comentários