jornnn

Curitiba abriu inscrições de PSS para contratação temporária de professores

 

Escola municipal Curitiba aulas híbridas presenciais colégio — Foto: Lucilia Guimarães/SMCS

Escola municipal Curitiba aulas híbridas presenciais colégio — Foto: Lucilia Guimarães/SMCS

A Prefeitura de Curitiba abre na quarta-feira (22) as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado (PSS) que prevê a contratação temporária de professores para atuarem em turmas da educação infantil e também nos anos um e dois do ensino fundamental na rede municipal de ensino.

A expectativa é que 696 profissionais sejam contratados a partir de outubro, de acordo com a demanda.

Veja, mais abaixo, os requisitos e os critérios de avaliação do PSS.

Conforme edital, a jornada de trabalho é de 20 horas semanais, com vencimentos mensais de R$ 2.044,84.

Avaliação e requisitos

Segundo a prefeitura, não haverá prova neste PSS. A seleção será feita com base no tempo de experiência e na conclusão de cursos superiores e especializações na área de educação.

Para se candidatar, os interessados devem ter pelo menos graduação completa.

Por conta da pandemia, a prefeitura informou que não haverá contratação de pessoas com 65 anos ou mais, de gestantes e também das que se enquadrem em uma das seguintes condições crônicas de saúde de natureza grave, estabelecidas por decreto:

  1. Doença respiratória crônica: asma em uso de corticóide inalatório ou sistêmico (moderada ou grave); DPOC; bronquiectasia; fibrose cística; doenças intersticiais do pulmão; displasia broncopulmonar; hipertensão arterial pulmonar.
  2. Doença cardíaca crônica: doença cardíaca congênita; hipertensão arterial sistêmica com comorbidade; doença cardíaca isquêmica; insuficiência cardíaca.
  3. Doença renal crônica: doença renal nos estágios 3, 4 e 5; síndrome nefrótica; paciente em diálise.
  4. Doença hepática crônica: atresia biliar; hepatites crônicas; cirrose;
  5. Doença neurológica crônica: condições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica.
  6. Pacientes com necessidades clínicas individuais específicas, incluindo AVC, indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla e condições similares.
  7. Doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular.
  8. Deficiência neurológica grave.
  9. Diabetes: diabetes mellitus tipo I e tipo II em uso de medicamentos.
  10. Imunossupressão: imunodeficiência congênita ou adquirida e imunossupressão por doenças ou medicamentos.
  11. Obesidade: obesidade grau III.
  12. Transplantados: órgãos sólidos e medula óssea.

Postar um comentário

0 Comentários