jornnn

Dias abre o jogo: ordem é alimentar noticiário ruim na velha mídia



Senador paranaense Alvaro Dias (PSDB-PR), um dos principais líderes da oposição, abriu o jogo numa rápida entrevista ao blog do jornalista Ricardo Noblat; "precisamos desconstruir a imagem do governo, alimentando o noticiário negativo com ação afirmativa", afirmou; "a instalação da CPI da Petrobras vai ajudar nessa desconstrução"; pelo que se lê nos jornais e revistas, tática de guerra tem funcionado.
Senador paranaense Alvaro Dias (PSDB-PR), um dos principais líderes da oposição, abriu o jogo numa rápida entrevista ao blog do jornalista Ricardo Noblat; “precisamos desconstruir a imagem do governo, alimentando o noticiário negativo com ação afirmativa”, afirmou; “a instalação da CPI da Petrobras vai ajudar nessa desconstrução”; pelo que se lê nos jornais e revistas, tática de guerra tem funcionado.
Qual é a principal missão da oposição nos dias atuais? O senador Alvaro Dias (PSDB-PR), um de seus principais líderes, responde. “Precisamos desconstruir a imagem do governo, alimentando o noticiário negativo com ação afirmativa”, disse ele, numa rápida entrevista ao Blog do Noblat. “A instalação da CPI da Petrobras vai ajudar nessa desconstrução.” Ou seja: Dias, praticamente, abriu o jogo. A ordem é alimentar notícias negativas – o que tem dado certo, a julgar pelo que se lê em jornais e revistas – e usar a CPI da Petrobras, cuja instalação será decidida pela ministra Rosa Weber, na próxima terça-feira, para “desconstruir” a imagem do governo.
Leia, abaixo, a íntegra do depoimento de Dias a Gabriel Garcia, publicado no Blog do Noblat:
Três perguntas para… senador Alvaro Dias (PSDB-PR)
A presidente Dilma continua na frente nas pesquisas de intenção de votos. Caiu um pouco, passando de 40%, em março, para 37%, segundo o Ibope. Isso é desanimador para a oposição?
Pelo contrário. Os eleitores só vão se preocupar com eleições após a Copa. E vale verificar o ambiente hoje do país. A insatisfação da população com o governo é grande. Isso tende a trazer votos para a oposição.
Então o importante é que ela continue caindo, ainda que pouco?
Há forte tendência de queda de Dilma, verificada a cada pesquisa. Essa tendência vai se avolumar com o noticiário negativo. São as más notícias que desgastam e derrubam o governo. Temos um tempo de maturação para que esse noticiário reflita nas intenções de voto.
Mas a oposição não tem conseguido usar essa insatisfação a seu favor. O que fazer?
A oposição tem que ter clareza no discurso e ser mais afirmativa. Tem que se apresentar como alternativa real de mudança e convencer o eleitoral. Ao mesmo tempo, precisamos desconstruir a imagem do governo, alimentando o noticiário negativo com ação afirmativa. A instalação da CPI da Petrobras vai ajudar nessa desconstrução.

Postar um comentário

0 Comentários