jornnn

Mercado Central está lotado de produtos verde e amarelo para torcedores


Exibindo mercado central copa  00147885.jpgFaltando pouco mais de duas semanas para o início oficial da Copa do Mundo 2014,
no Brasil, camisetas, bandeiras, apitos, uniformes completos e até mesmo chaveiros,
capas para retrovisores de carros com a bandeira nacional e cangas verde-amarelas têm
procura crescente nos boxes do Mercado Central de Curitiba, que funciona na Rua da
Cidadania Matriz, na Praça Rui Barbosa.
Com acessos pela praça e pelas ruas Pedro Ivo, Desembargador Westphalen e André de
Barros, o Mercado Central, administrado pela Urbs – Urbanização de Curitiba S/A, é
conhecido pelos preços atraentes. Ali o consumidor, além de roupas, encontra também
bolsas, artigos de cama, mesa e banho, bordados, chinelos, bijouterias, bem como
lembranças e artigos para presentes.
“De olho na Copa, desde o início do ano os comerciantes trataram de encomendar
artigos que lembram o evento e que são campeões de venda, ofertados a preços muito
convidativos”, diz o administrador do Mercado Central, Valsiomar Zanelatto.
Quem sobe as escadas a partir da Rua Pedro Ivo, encontra roupas e acessórios no
Box 528, de Dilson Cordeiro dos Santos: camisetas da seleção brasileira custam de
R$ 25 a R$ 40; bonés, acompanhados de uma bandeira pequena, R$ 15; chaveiros
que reproduzem o modelo da bola oficial, R$ 3; cornetas e tiaras, R$ 5, preço também
cobrado para as capas com desenho da bandeira brasileira, que protegem os espelhos
retrovisores dos carros. “Em fevereiro tratei de fazer as primeiras encomendas e quem
mais procura as camisetas são as crianças e os adolescentes”, diz Santos.
Pelo mesmo acesso chega-se ao box 441, onde Eva Carneiro da Silva tem como
principal atração kit infantil, que reproduz o uniforme dos jogadores da seleção do
Brasil, de vários tamanhos, que venda a R$ 30. Perucas custam R$ 12, e bandanas, R$
7. “Temos camisas verde-amarelas e azuis. É só escolher o modelo”, diz Eva, enquanto
decora a fachada do box com uma bandeira grande, que também está à venda, por R$
20.
Na outra ponta do Mercado, com acesso pela Rua André de Barros, a comerciante
Carla Monteiro, no box 150, tem em estoque de modelos de cangas, que reproduzem
ou a bandeira ou cenários de cidades-sede da Copa no Brasil, como o Rio de Janeiro,
Curitiba e outras, vendidas por preços que variam de R$ 40 a R$ 60. A bandeira oficial
custa R$ 40.
Já quem acessa o Mercado Central pelo portão da Praça Rui Barbosa, conta com
variedades de toalhas vendias por R$ 35, pequenos chaveiros metálicos com abridor de
garrafas, custando R$ 5; chapéus de diversos formatos e tamanhos, vendidos em média
por R$ 18, ou lacinhos verde-amarelos para cabelos, ofertados por R$ 8. No box 312,
Stefanie Fernandes Heidrich vende ainda diferentes tipos de bolas, todas tendo a Copa
como tema, ofertadas por preços que variam de R$ 15 a R$ 25.

Postar um comentário

0 Comentários