jornnn

Doação de pessoa física para campanha pode chegar a R$ 48,5 mil

Ontem circulou uma nova versão do relatório na comissão especial da Câmara que debate a reforma política. O deputado Vicente Cândido (PT-SP) aumentou os limites de doação de pessoa física e determinou que o valor individual poderá chegar a 50 salários mínimos nas eleições do ano que vem. Cada contribuinte poderá doar até R$ 48.450 em 2018 para cada cargo em disputa: deputado estadual, deputado federal, senador, governador e presidente da República. E mais, o doador poderá pode solicitar que sua identidade fique em segredo.
O limite do dinheiro dos próprios candidatos é bem menor: R$ 10 mil. A medida, dizem, é para não permitir que apenas os candidatos ricos tenham chances de se eleger, mas já está sendo apelidada de ‘anti-Doria’, referência a João Doria que no ano passado doou R$ 2,4 milhões para a própria campanha, valor equivalente a pouco mais da metade do total arrecadado.
Essas propostas estão em análise, não compõem as que vão ao plenário hoje, as de hoje tratam de outras sacanagens: criação do fundo eleitoral e do distritão.

Postar um comentário

0 Comentários