jornnn

Beneficiárias do ICS poderão fazer mamografia sem pagar coparticipação

capa
Mulheres que participam do plano de saúde do Instituto Curitiba de Saúde (ICS) poderão fazer a mamografia sem pagar a coparticipação. A iniciativa de prevenção do instituto celebra o Março Lilás. A coparticipação é o valor pago pelos beneficiários pelo atendimento prestado, como parte do custo pago pelo plano de saúde. A coparticipação paga pela mamografia digital bilateral, que é o exame que está sendo disponibilizado, é de 30%, o equivalente a R$ 50.
"O Março Lilás é voltado à prevenção do colo de útero. Nós, no ICS, vamos ampliar as ações para alcançar objetivos maiores: queremos que as nossas beneficiárias coloquem em dia o exame das mamas", informa o diretor de Assistência à Saúde, Omar Barghouthi.
"Percebemos que uma população alta não tem comparecido aos exames", observa. O médico informa ainda que diante do fato de que muitas mulheres consideram o exame dolorido, estão sendo disponibilizados exames de mamografia digital. "O câncer de mama tem cura, se diagnosticado precocemente. Não podemos deixar nossas beneficiárias à própria sorte", diz Barghouthi.
A partir desta segunda-feira (25/2) as beneficiárias que têm de 45 a 55 anos e que não fizeram o exame nos últimos dois anos podem retirar a guia de liberação para fazer o exame em uma das sete clínicas de imagem conveniadas participantes da campanha. "Temos clínicas em diferentes regiões da cidade, o que vai facilitar para que as mulheres se desloquem e façam o exame", explica o diretor do ICS.

Quem pode participar da campanha
Para saber se está entre as 4 mil beneficiárias que estão incluídas na campanha, a mulher deve entrar em contato com o Núcleo de Atenção à Saúde (NAS) pelo telefone 3330-6088.
Depois que o exame ficar pronto, o NAS entrará em contato para agendar a consulta ginecológica para coleta do preventivo. Médicos ginecologistas designados para a campanha Março Lilás no ICS farão o atendimento exclusivo das pacientes.
Durante o Março Lilás, o ICS pretende desenvolver uma pesquisa para verificar a saúde das mamas e do colo de útero das participantes, o que mais pode ser feito para que as mulheres compareçam ao instituto, identificar por que elas não estão fazendo os exames anualmente. A campanha Março Lilás dará início a esta ação de prevenção e se estenderá ao longo do ano.

Postar um comentário

0 Comentários