jornnn

Fagundes Varela/Fanny é o primeiro ônibus a integrar a Linha Verde de norte a sul

capa

O transporte coletivo de Curitiba terá uma nova linha integrada, a primeira ligação entre a Linha Verde Norte com o trecho Sul.
A linha Fagundes Varela/Fanny começará a funcionar no fim de março, com ônibus articulados, conforme anunciou o prefeito Rafael Greca nesta quarta-feira (6/2), durante vistoria às obras da trincheira da Rua Fúlvio Alice e da ponte sobre o Córrego Tarumã, no Bairro Alto. “Este tubo, no aniversário de 326 anos de Curitiba, vai ficar pronto e a Linha Verde no seu canteiro central terá ônibus. É a linha Fagundes Varela/Fanny, com quase 18 quilômetros de extensão e com a perspectiva de atender de mais de quatro mil passageiros por dia”, disse Greca, dentro da estação-tubo Fagundes Varela, na Linha Verde. 
De acordo com os dados da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs), entre os dois pontos, a nova linha terá 17,6 quilômetros e atenderá 4,2 mil passageiros diariamente. “Será uma nova oferta de transporte coletivo. Um embrião de uma futura ligação pelo eixo de transporte metropolitano Fazenda Rio Grande a Colombo e São José dos Pinhais ao Alto Boqueirão”, afirmou Greca.
Na estação-tubo Fagundes Varela, perto do Hospital Vita, haverá integração física com os ônibus urbanos Hugo Lange e Colina Verde, duas linhas convencionais que fazem o sentido Bairro Alto/Centro e também com o metropolitano Maracanã/Linha Verde.
Novos ônibus
Os ônibus usados na linha Fagundes Varela/Fanny fazem parte de um pacote de 37 novos veículos que serão entregues nesta quinta-feira (7/2), às 15h, na Rua da Cidadania do Cajuru. Nove deles têm portas nos dois lados, uma para acionar o embarque em nível na estação-tubo Fagundes Varela, permitindo a integração dos passageiros nesse ponto.
Ao longo dos mais de 17 quilômetros, a linha tem parada nas estações-tubo Olímpica e Marechal Floriano, onde os passageiros têm a opção integração com Expresso Pinheirinho/Carlos Gomes, Circular Sul e Ligeirinho Fazenda Rio Grande.
Já na estação Fanny, a opção é integrar com as linhas Pinheirinho/Carlos Gomes, Portão/Santa Bernadethe, Fanny, Alferes Poli e Maracanã/Linha Verde.
Vistoria
Antes de se dirigir à estação-tubo Fagundes Varela, o prefeito Rafael Greca vistoriou as obras da ponte sobre o Córrego Tarumã, no limite entre o Bairro Alto e o Tarumã, e da trincheira da Rua Fúlvio José Alice, que garantirá mais segurança e maior fluidez do trânsito entre o Bacacheri e o Bairro Alto.
A nova ponte será concluída até abril e faz parte do conjunto de obras feitas como medida compensatória pelos empreendedores do shopping Jockey Plaza, sob a supervisão da Secretaria Municipal de Obras Públicas. A medida contempla ainda a revitalização das ruas Konrad Adenauer e Dante Angelote, no Bairro Alto.
A Linha Verde
A nova trincheira integra o projeto de intervenções da Linha Verde, faz parte do lote 3.2 e conta com investimentos de R$ 28,7 milhões.

O antigo trecho urbano da Rodovia Régis Bittencourt está sendo transformado e é o sexto eixo de transporte da cidade e de integração de Curitiba à Região Metropolitana. São 22 quilômetros de extensão, ligando a cidade do Sul ao Norte, desde o Pinheirinho ao Atuba, beneficiando 22 bairros onde vivem 287 mil pessoas.

Postar um comentário

0 Comentários