jornnn

Assembleia decreta luto oficial de três dias em razão do falecimento do deputado Delegado Recalcatti

 


Parlamentar faleceu na noite desta sexta-feira (09), vítima de parada cardíaca.


o Delegado Recalcatti, faleceu aos 72 anos nesta sexta-feira (09).Créditos:Dálie Felberg/Alep

Deputado Delegado Recalcatti, faleceu aos 72 anos nesta sexta-feira (09).

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Paraná decretou luto oficial em razão do falecimento do deputado estadual Delegado Recalcatti (PSD) ocorrido na noite desta sexta-feira (09), vítima de parada cardíaca.

O parlamentar de 72 anos estava em seu segundo mandato no Legislativo estadual e era o presidente da Comissão de Cultura da Assembleia. O velório acontece neste sábado (10) a partir das 8h30 na Capela Vaticano. O enterro será às 13h30 no cemitério Santa Felicidade.

“Uma perda muito grande para a nossa Assembleia Legislativa e o Paraná. Um deputado exemplar, defensor dos profissionais de segurança e que vai fazer muita falta no nosso convívio no Legislativo. A todos os familiares os meus mais profundos sentimentos, disse o presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB).

No Twitter, o primeiro secretário da Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), lamentou a perda do colega. "Lamento muito o falecimento deputado Recalcatti, com quem partilhei um convívio fraterno ao longo de muitos anos. Para a Assembleia é uma perda irreparável. A família e legião de amigos as minhas condolências".

O Poder Legislativo estadual perdeu um grande parlamentar e amigo. Como parlamentar desenvolvia seu trabalho sempre com muita seriedade e responsabilidade! Com certeza deixou o seu nome marcado na história da Assembleia Legislativa com9 homem de bem e comprometido com as demandas do cidadão. Os meus sentimentos à família, à sua equipe de trabalho,  aos amigos e a todas as pessoas que se entristecem neste momento de perda! Que Deus possa confortar o coração de todos!", disse o segundo secretário da Assembleia, deputado Gilson de Souza (PSC).

O deputado Tercílio Turini (CDN), primeiro vice-presidente da Assembleia, lamentou a morte do colega de Legislativo. "Lamento o ocorrido e desejo muito força a família. Era um grande parlamentar, atuou de forma exemplar em defesa dos profissionais de segurança do estado. Fará muita falta no nosso convívio".

O deputado do Carmo (PSL), segundo vice-presidente da Assembleia, relembrou seu primeiro encontro com Recalcatti na Assembleia Legislativa e a receptividade do colega. "Mais do que um colega deputado, Recalcatti era um amigo que a vida nos concedeu, espalhando o respeito por onde passava. Nossos sinceros sentimentos à família, à toda assessoria e aos amigos".

Líder do Governo na Assembleia, o deputado Hussein Bakri (PSD), lembrou a luta do colega de partido na segurança pública. "O Paraná perde um servidor que tinha o combate ao crime como missão de vida e um parlamentar sempre voltado à defesa do bem-estar dos paranaenses. O legado ficará para sempre na sua tão amada Polícia Civil e também na Assembleia Legislativa. Que Deus conforte a família neste momento de dor. Vá em paz, meu amigo".

O deputado Professor Lemos (PT), líder da Oposição, na Assembleia, lembrou da luta com Recalcatti em favor dos servidores públicos estaduais. "Lamentamos o falecimento do colega de parlamento, delegado Recalcatti. Estivemos juntos em diversos debates acerca da segurança pública e o funcionalismo público. Toda a nossa solidariedade aos amigos e familiares".

A deputada Cantora Mara Lima (PSC) usou o Instagram para lamentar a morte do colega. "Deixo meus sentimentos à toda família e amigos. Perdemos um grande íder, um ótimo parlamentar e amigo. Vamos orar para Deus consolar sua família nesse momento tão difícil!".

O deputado Delegado Francischini (PSL), assim como o deputado Tiago Amaral (PSB) também utilizaram as redes sociais para prestar homenagens ao deputado Recalcatti.

"Consternado com a notícia da morte repentina do amigo e deputado Delegado Recalcatti. Homem com longa e valorosa história na Polícia Civil no Paraná. Parceiro agora na Assembleia para onde levou esse comprometimento e desenvolvia ações e projetos importantes voltados aos profissionais e à segurança pública do Estado. Uma perda irreparável. Que Deus console a família, que guardará com orgulho a trajetória deste homem competente e dedicado e os muitos amigos que ficam. Sentiremos a sua falta", disse Francischini.

"Muito triste receber a notícia de que perdemos, por uma parada cardíaca, aos 72 anos, o deputado Rubens Recalcatti. Eu gostava muito dele. Sua simplicidade e luta pelas forças de segurança farão muita falta na Assembleia Legislativa do Estado", publicou Tiago Amaral.

"Uma grande perda neste dia, que Deus conforte a família e amigos do nobre Delegado Recalcatti. Um grande defensor da segurança pública e um ícone na gloriosa Polícia Civil em sua carreira e também atuante parlamentar na Assembleia Legislativa", disse o deputado Alexandre Amaro (Republicanos).

O deputado Alexandre Curi (PSB) disse que “é uma perda irreparável. Sempre desfrutamos um convívio fraterno e respeitoso na Assembleia Legislativa. Minhas condolências à família e amigos”.

"Meus sentimentos aos familiares e amigos do deputado estadual Delegado Recalcatti. Perdemos hoje um bom colega", declarou o deputado Requião Filho (MDB). "Meus sentimentos e condolências a toda a família", postou o deputado Gilberto Ribeiro (PP).

O deputado Boca Aberta Junior (PROS) compartilhou a última foto com Recalcatti em plenário, do dia 24 de fevereiro. "Um grande homem, amigo e companheiro de trabalho diário. De um sorriso, carisma e coração gigante. Delegado Rubens Recalcatti descanse em paz. Meus sentimentos à família e aos amigos. Obrigado por todas as conversas e conselhos, guardarei sempre comigo os bons momentos que vivemos juntos".

O deputado Coronel Lee (PSL) falou do trabalho conjunto em prol da segurança do Estado. "Um companheiro na luta pela busca da melhoria constante das forças de segurança. Atuamos juntos na Comissão de Segurança e assinamos alguns projetos juntos. Uma lacuna que ficará na política paranaense. Pedimos à Deus que console familiares e parentes neste momento de tanta tristeza".

"Foi uma honra trabalhar e aprender com esse delegado, político e ser humano singular. Peço à Deus que dê o conforto necessário a todos os familiares e amigos neste momento de dor. Meus sinceros sentimentos", disse o deputado Delegado Fernando Martins (PSL).

O deputado delegado Jacovós (PL) lembrou da atuação do colega na Polícia Civil "Somos da mesma turma de delegados. Uma grande cara que honrou a Polícia Civil do Paraná sendo um policial exemplar no cumprimento de seu dever de servir e proteger. Como ser humano, uma pessoa humana, amiga, sincera e pronto para todas as batalhas. Meus profundos sentimentos à família e amigos".

"Uma pessoa que cultivei ótimo convívio nos trabalhos da Assembleia Legislativa, um homem sério, que ao mesmo tempo tinha um coração generoso. Todo meu sentimento aos familiares, amigos e equipe", postou o deputado Evandro Araújo (PSC).

O deputado Francisco Buhrer (PSD) postou: "Quero deixar aqui uma singela homenagem e meus sentimentos aos familiares. Desejo muita força nesse momento difícil e peço que Deus conforte o coração da família e amigos".

"Consternado e profundamente abalado" o deputado Galo (PODE) afirmou que Recalcatti foi um "brilhante parlamentar".

"Muito triste esse momento. Recalcatti estava muito empenhado em seu mandato, lutando muito pelas forças de segurança do Estado", disse o deputado Gugu Bueno (PL).

"Deixo minhas orações e condolências para a família e amigos para que possam encontrar em Deus conforto e força nesse momento de imensa tristeza", disse o deputado Paulo Litro (PSDB).

O deputado Luiz Carlos Martins (PP) também usou as redes sociais para prestar homenagem ao colega de Assembleia. "Um homem com profundo espírito público. Estou muito triste. Não consigo imaginar o tamanho dessa perda. Que Deus conforte a família", assim como a deputada Maria Victoria (PP). "Descanse em paz meu amigo e colega".

"Sem palavras para descrever tamanha tristeza neste momento. Toda a nossa solidariedade a família Recalcatti", disse o deputado Michele Caputo (PSDB).

"Uma pessoa exemplar, íntegra, educada, de bom coração e muito dedicada em fazer o bem. Sem dúvidas uma perda inestimável para a nossa comunidade. Sua missão foi cumprida, meu amigo. Vai com Deus e fique em paz", deputado Rodrigo Estacho (PV).

"Perdemos um grande guerreiro, combateu um bom combate, acabou a carreira e guardou a fé. Está nos braços do Pai", deputado Soldado Fruet (PROS).

"A Assembleia Legislativa perde um deputado e eu perco um amigo. A população perde um grande político, mas seu legado sempre será lembrado", deputado Soldado Adriano José (PV).

"É com pesar que fiquei sabendo da triste notícia do falecimento do deputado Recalcatti. Meus sinceros sentimos à família. Que Deus conforte os corações", deputado Subtenente Everton (PSL).

"Apesar da dureza da profissão que exerceu antes de ingressar na política, Recalcatti sempre se mostrou afável nesses dois anos em que convivemos e se esforçava muito na aprovação de seus projetos, especialmente aqueles voltados à segurança pública. Nossos sentimentos aos filhos e à toda equipe", deputado Homero Marchese (PROS).

"Que Deus o acolha em um bom lugar e dê conforto aos familiares", deputado Cobra Repórter (PSD).

"Neste momento tão delicado, presto minhas condolências aos filhos, demais familiares e amigos por esta difícil perda. Que Deus o receba com muita luz", deputado Anibelli Neto

"Lamento a perda do companheiro de trabalho na Assembleia Legislativa. Um parlamentar atuante pelas causas que defendia, principalmente, nas questões de segurança pública, mas também muito humano para outras áreas, como a pauta das políticas públicas para mulheres. Sua missão foi cumprida. Ficam aqui os meus sentimentos aos familiares e amigos pela perda", deputada Cristina Silvestri (CDN).

"Meus sentimentos aos familiares, amigos e toda equipe do seu mandato com o qual fizemos várias ações em conjunto deste o início da atual legislatura. Hoje mesmo escrevi para ele para organizarmos juntos uma audiência pública para apoiar a prorrogação da Lei Aldir Blanc. Descanse em paz", deputado Goura (PDT).

"Dia triste para a política paranaense. Peço a Deus que conforte o coração dos familiares neste momento de dor", deputado Artagão Júnior (PSB).

"Uma tristeza imensa em nossos corações. Uma boa pessoa nos deixou. Que Deus te dê um bom lugar, Recalcatti", deputado Douglas Fabrício (CDN).

"Seus ensinamentos e conselhos diários ficarão para sempre em minha memória! Descanse em paz meu grande amigo Recalcatti!", deputado Luiz Fernando Guerra (PSL).

"Deixo minha solidariedade para a família e amigos do deputado estadual delegado Recalcatti. Fica o registro do seu trabalho dedicado em defesa dos paranaenses. Lamentamos com pesar o seu falecimento", deputado Emerson Bacil (PSL).

 "Que Deus te receba em sua infinita misericórdia. Meus sinceros sentimentos aos amigos e familiares", deputado Elio Rusch (DEM).

"Consternado e abalado", assim o deputado Galo (PODE) lamentou o falecimento do colega deputado.

"Hoje perdemos um grande amigo e companheiro da Assembleia Legislativa. Foi um grande nome em defesa da segurança da nossa população. Nossos profundos sentimentos", deputado Jonas Guimarães (PSB).

"Com grande tristeza recebo a notícia do falecimento do meu amigo Delegado Recalcatti. Que Deus conforte os amigos e familiares. Recalcatti deixa uma históroa de luta pelo povo do Paraná", deputado Mauro Moraes (PSD).

"Respeitado por todos, foi um grande profissional e ser humano. Manifesto meus profundos sentimentos a todos os familiares e amigos. Que Deus possa confortar seus corações", deputado Tião Medeiros (PTB).

"É com pesar que recebi a triste notícia do falecimento do meu colepga Parlamentar, deputado Delegado Recalcatti. Meus sinceros sentimentos e pêsames a toda a família. Descanse em paz amigo!", deputado Ricardo Arruda (PSL).

"Tristeza pelo falecimento do meu colega deputado Recalcatti. Sempre querido e gentil, deixa como legado um grande trabalho pela população paranaense, principalmente na área da segurança pública.  Sentiremos sua faltal", deputada Mabel Canto (PSC).

"Com tristeza recebi a notícia do falecimento do deputado Recalcatti. Meus sentimentos e solidariedade aos familiares e que Deus os conforte nesse momento de perda", deputado Arilson Chiorato (PT).

"Meus sentimentos aos familiares do colega deputado Rubens Recalcatti. Descanse em paz", deputado Plauto Miró (DEM).

Executivo - O governador Carlos Massa Ratinho Junior decretou luto oficial de três dias no Estado. "É uma perda imensa para o Paraná. Deputado que sempre defendeu a sociedade e os profissionais da segurança pública com muita dedicação. A todos os seus familiares e amigos meus profundos sentimentos".

"Que Deus conforte os familiares e receba o amigo Recalcatti, que tanto fez em vida pelo Paraná e sua gente", Darci Piana, vice-governador.

Audiência - Na noite desta quinta-feira (08) o deputado realizou uma audiência púbica para celebrar o Dia Estadual dos Consegs, comemorado em 2 de abril por lei de sua autoria, quando enalteceu o trabalho desenvolvido pelos Conselhos De Segurança no Paraná. “O dia 2 de abril é simbólico, porque foi a data da criação do primeiro Conseg do estado, em Londrina. O Paraná é pioneiro nesse tema. Hoje existem vários Consegs no país. Ficamos felizes por isso. Essas pessoas fazem um dedicado trabalho voluntário e sei que enfrentam muitas dificuldades. Mas dependemos dessas pessoas, que vivem nas comunidades e conhecem cada realidade. E são colaboradores da polícia.  Além disso, têm realizado ações preventivas importantes. Verdadeiros modelos de sucesso, que têm ajudado a evitar delitos e crimes no futuro. Por isso, nossa audiência também tem o intuito de homenagear todos que fazem parte deste belo movimento, que precisa crescer e fortalecer”.

Perfil - Rubens Recalcatti, ou Delegado Recalcatti, de 72 anos, tomou posse como deputado estadual do Paraná em 2 de maio de 2017. Eleito suplente em outubro de 2014, com 40.358 votos, ficou em quarto lugar na chapa do Partido Social Democrático (PSD), tendo ocupado a vaga deixada pelo atual prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, também do PSD. Foi reeleito deputado estadual pelo PSD, em 07 de outubro de 2018, com 35.348 votos.

Delegado de carreira, concursado em 1994, Recalcatti atuou durante 23 anos em diversos municípios do Paraná, como União da Vitória e Araucária, e em várias Delegacias de Curitiba. Entre elas, as de Furtos e Roubos e de Homicídios. Conduziu diversas investigações de grande repercussão na sociedade paranaense, destacando-se como policial de linha de frente e muito ativo nas lides do ofício.

Ingressou na Polícia Civil em 1979, como agente investigador, carreira em que atuou durante 16 anos. Formado em Estudos Sociais pela PUC e em Direito pela UniCuritiba. É coautor do livro “Sequestro - Modus Operandi e Estudos de Casos” (Editora Nova Letra/2004), que assinou com a advogada e escritora Noely Manfredini, falecida em 2012. Concorreu pela primeira vez a deputado estadual em 2010, pelo PV. Está filiado ao PSD desde 2011.

Rubens Recalcatti nasceu em 23 de outubro de 1948, em Videira (Ibiam), em Santa Catarina. Filho de família numerosa, de oito irmãos de sangue e quatro adotados, mudou-se ainda criança com os pais, Jacob e Maria, para Francisco Beltrão, no sudoeste do Paraná. Em plena época de colonização da região, seu pai atuou como delegado na cidade e participou da Revolução dos Colonos, de 1957. Seguindo o exemplo dele, Recalcatti prestou concurso para a Polícia Civil em 1979. Casou-se com Leonice em 1976, em Curitiba, com quem teve dois filhos, Filipe e Heloisa. A esposa dele, faleceu em março de 2020.

Postar um comentário

0 Comentários