jornnn

ITAIPU ADERE À CAMPANHA DO PACTO GLOBAL PARA DIVULGAR OS ODS DA AGENDA 2030

 A Itaipu Binacional dará início nesta quarta-feira (22) à campanha ODS: Eu Pratico. Trata-se de uma iniciativa da Rede Brasil do Pacto Global e que foi desenvolvida colaborativamente por integrantes da Subcomissão de Comunicação Interna da Plataforma Comunicar e Engajar, uma das plataformas de ação do Pacto no País. A subcomissão é coordenada pelo jornalista Romeu de Bruns, da Divisão de Imprensa da Itaipu (CSIM.GB).


Fonte: pactoglobal.org.br/pg/campanha-ods-eu-pratico

Os conteúdos foram desenvolvidos colaborativamente por integrantes da subcomissão. A criação das peças gráficas é da agência Almap BBDO, com apoio e coordenação da área de comunicação da Rede Brasil. Os minicasts (programas de áudio) foram produzidos pelo Serviço Social do Comércio (Sesc).

"A ideia para essa campanha surgiu de uma necessidade identificada pelo Pacto Global entre as empresas participantes, de levar informações sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a Agenda 2030 ao seu público interno. É um tema que muitas vezes fica restrito a profissionais que atuam mais diretamente com isso, nas áreas de responsabilidade social, meio ambiente, comunicação e elaboração de relatórios, por exemplo", explica Romeu Bruns.

Assim, o objetivo principal da campanha é ampliar o engajamento das pessoas comuns com os temas de sustentabilidade, que estão sintetizados na Agenda 2030 das Nações Unidas. Com peças gráficas, textos e arquivos de áudio abordando cada um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, a proposta é mostrar que os ODS não devem ser tratados apenas por governos, empresas ou organizações dos mais diversos portes, mas também pelas pessoas, como indivíduos, no trabalho, em casa ou na vida em sociedade de maneira geral.

As peças também servem como uma oportunidade para as empresas ampliarem o diálogo sobre sustentabilidade com seus colaboradores, aproveitando para divulgar o que elas mesmas estão fazendo em prol da Agenda 2030, e convidando seu público interno a participar do esforço necessário para que, até o final desta década, possamos alcançar um mundo sem fome, miséria e desigualdades, com educação e saúde para todos e todas, em que haja equidade de gênero, a conservação dos ecossistemas e a mitigação das mudanças climáticas, entre outros temas que se fazem urgentes para a humanidade e o planeta.

Além de utilizar as peças em seus canais internos de comunicação, as empresas também estão convidadas a ampliar a visibilidade dessa campanha divulgando os cards em suas redes sociais, e estimulando seus colaboradores e colaboradoras a fazerem o mesmo.

O que são os ODS

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) são uma agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável em setembro de 2015. Composta por 17 objetivos e 169 metas a serem atingidos até 2030, têm como objetivo primordial erradicar a pobreza e promover vida digna para todos, dentro dos limites do planeta. Os ODS são importantes para a criação e fortalecimento da cultura da sustentabilidade ambiental e social nos governos, nas empresas e na sociedade como um todo. No universo corporativo, a implementação desses objetivos permite que os negócios sejam mais eficientes, responsáveis, transparentes e competitivos.

Os ODS na Itaipu

Na Itaipu, a preocupação com o meio ambiente e o desenvolvimento social nasceram com a própria empresa. Em 2003, a binacional incorporou a responsabilidade socioambiental e o desenvolvimemto sustentável da sua área de influência a seus objetivos estratégicos. Nesse processo, adotou as diretrizes preconizadas em diversos documentos de referência para a sustentabiliade, como os Objetivos do Milênio, a Carta da Terra e o Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global. Assim, quando surgiu a Agenda 2030, em 2015, a empresa já empreendia esforços alinhados com todos os 17 ODS.

Em 2019, durante a Conferência Mundial do Clima, a COP 25, em Madri (Espanha), a Itaipu lançou uma coletânea de 17 cadernos que reúnem estudos de caso com as principais contribuições da empresa, no Brasil e no Paraguai, a cada ODS. Os cadernos são produto de uma parceria entre a binacional e do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU (Undesa).

As duas instituições também são sócias-fundadoras da Rede Global de Soluções Sustentáveis em Água e Energia, uma rede de parceiros que compartilham experiências bem sucedidas na promoção dos ODS 6 (água) e 7 (energia), objetivos que estão no cerne da atividade fim da Itaipu, que é a geração hidrelétrica. Por meio da rede, a Itaipu tem contribuído com a realização de uma série eventos internacionais on-line (webinars) para a divulgação de boas práticas na promoção da Agenda 2030.

Com os cuidados que Itaipu empreende para cuidar da água (como a proteção da biodiversidade no entorno do reservatório) e assim garantir a geração de energia limpa e renovável no longo prazo, a empresa acaba contribuindo, por exemplo, com a promoção do ODS 15 (ecossistemas terrestres), 13 (ação climática) e 11 (cidades e comunidades sustentáveis), demonstrando assim as interrelações e a integralidade da Agenda 2030. Clique aqui para acessar o link com os 17 cadernos dos ODS no site da Itaipu. A página também conta com três cadernos de síntese dos estudos de caso, nos idiomas português, espanhol e inglês.

Priorização

Atualmente, um grupo de trabalho coordenado pela área de Planejamento Empresarial (PE.GB) e com participação de todas as diretorias vem desenvolvendo um processo de priorização dos ODS. A iniciativa segue uma metodologia denominada SDG Compass (Bússola do ODS, em tradução livre) que estabelece cinco passos de implantação: entender os ODS; definir prioridades; estabelecer metas; integrar a sustentabilidade ao negócio; e reportar e comunicar.

Nesse projeto, a Itaipu já promoveu consultas aos públicos interno e externo sobre quais objetivos devem ser priorizados pela empresa. Com a priorização, a empresa não deixará de contribuir com a totalidade da Agenda 2030, mas elegerá aqueles objetivos em pode gerar impactos mais significativos, comunicando suas contribuições para o avanço desses ODS no Brasil e no Paraguai.

Com a Itaipu

Postar um comentário

0 Comentários